Fonte: da internet :)

Se passou dezembro e não escrevi. Mas estava esperando o momento certo, até então não estou me obrigando a escrever sempre, mas apenas quando me der vontade, creio que este dia seja hoje.

Pensei, meditei pelo que realmente estava a fim de escrever, porém nada surgia em meu pensamento, fiquei por dias distraído. Voltei ao meu NETFLIX um passatempo formidável e fui ver maratonas de How Met Your Mother. Durante um dos episódios me deparei com meu estopim para um texto, porém deixei passar, mas ainda continuou matutando em minha cabeça. Fui para um filme, XOXO, até então me pareceu mais uma baladinha, mas ainda consegue-se retirar um bom conteúdo. Juntei pedaços de textos, blocos de emoções, interpretações passadas e cá estou eu, batendo tudo no liquidificador de minha cabeça esperando sair um resultado realmente delicioso, mas só provando para sabermos, correto?

Todos os blocos, textos, me deparavam apenas com um tema, a amizade. Sim, momentos bizarros, momentos de farra, tudo são rodeados por este sentimento. Apesar de não vivermos vidas fantasiadas por TV Shows, vivemos cada um destes momentos. Sim não tem todo glamour, drama, felicidade quanto na ficção, ou talvez tenha, se faça esta comparação. Neste momento coloco minha rotina em confronto com a ficção; será que estamos apenas vendo o filme ou estamos curtindo ele.

Ontem, hoje e amanhã eu agradeço por ser sortudo e ter os amigos que hoje tenho. São eles que serão sua família quando nada mais for certo. Pode não ter uma câmera nos filmando todo o tempo ou tempo nenhum, mas tenho uma grande certeza, todos esses momentos estão sendo gravados, não em máquinas, não em histórias de snap, ou em curtos momentos digitando sobre o momento com o virtual, mas sim, das risadas, dos abraços e das trocas de olhares entre nós, sempre com a resposta no brilho do olhar, realmente estou fazendo a coisa certa.

Se você não está vivendo isso o que realmente está esperando. O tempo passa e não volta. Não rever já é lamentar. Uma coisa eu lhe digo, as vezes as melhores decisões são as que menos tem sentido, deixe o medo de lado, aproveite cada momento, se joga. O tempo é curioso, as vezes mágico, pode tornar suas decisões estúpidas em coisas realmente interessantes.

A amizade também é curiosa e estupida. No dia seguinte sua estupidez vai lhe passar vergonha, pode chegar a se arrepender, mas você vai se lembrar disso, pois havia alguém filmando seu momento. Vivemos de histórias, de momentos, vai para fora, dance, curta a vida, encontre suas respostas e os velhos amigos, o importante é sempre se conectar.

Vai acontecer momentos que você quer apenas se conectar com outras pessoas, porém terá momentos que você deseja apenas fazer tudo sozinho. Isso é liberdade e cabe as pessoas entenderem o quanto maduro você realmente é. Não viva sua vida em função das interpretações dos outros, viva sua vida, sempre com o objetivo de fazer história.

Dono de um sorriso que não cabe no rosto, mineiro e empreendedor e com quedas por botecos. Acredita que contar boas historias é sempre bom.

Dono de um sorriso que não cabe no rosto, mineiro e empreendedor e com quedas por botecos. Acredita que contar boas historias é sempre bom.